ONU denuncia “ações repressivas” em protestos na Bolívia que deixaram ao menos 23 mortos