As operações especiais antifraude geraram mais do que o dobro de economia para ps cofres públicos em 2019. Segundo balanço divulgado pelo Ministério da Economia, as ações pouparam R$ 961 milhões no ano passado, 107,1% a mais que os R$ 464 milhões registrados em 2018. O cálculo considera os recursos que o governo vai deixar de pagar após a desarticulação de esquemas criminosos pela Força-Tarefa Previdenciária e Trabalhista
Ainda segundo a pasta, o resultado foi alcançado devido ao aperfeiçoamento dos métodos de investigação, além da coordenação entre os órgãos da força-tarefa. Em 2019, foram realizadas 45 operações especiais e 21 ações de flagrante, onde foram cumpridos 551 mandados de prisão.