O cantor Gilberto Gil polemizou durante o programa Papo de Segunda Verão, que foi ao ar nesta segunda-feira (17), no canal GNT. Em conversa com Fábio Porchat, João Vicente, Emicida e Francisco Bosco, o ex-ministro da Cultura da época do governo Lula declarou que Deus é uma invenção do homem.

Ninguém sabe quais são os desígnios de Deus, porque Ele quer que seja assim ou porque Ele quer que seja assado. Eu costumo dizer que nós é que criamos isso. Deus é uma invenção do homem. A crença geral é que é o oposto, que o homem é que foi criado por Deus.
No modo geral, a crença normatiza procedimentos e comportamentos, é uma coisa que as religiões adotam e isso acaba, na maioria dos casos, levando as pessoas a uma adoção de uma maneira de ser relativa àqueles preceitos e mandamentos de Deus – declarou.
O músico disse que, na infância, chegou a seguir o catolicismo, mas encontrou “outras formas de interpretar a realidade”. Gilberto Gil afirmou que, por um respeito cultural, ainda diz “Graças a Deus”, mas criticou “a pessoa tenha círculos religiosos que querem o extermínio dos outros, o desaparecimento do próximo, negando a função de amor”.
A declaração de Gil não foi bem recebida por alguns internautas. No Twitter, usuários se mostraram contrários à declaração do cantor sobre Deus e outros ainda citaram as suas músicas Andar com Fé e Se Eu Quiser Falar com Deus.